Poupança de energia

Desde o ano 2005, os fabricantes de ar condicionado  estão obrigados a fornecer informação sobre a eficiência energética dos aparelhos.
As máquinas deverão levar uma etiqueta idêntica à que aqui mostramos, num local que seja bem visível:

  1. Classe energética (de A a G)
  2. Consumo anual de energia no modo arrefecimento (em kW/h)
  3. Potência de refrigeração em kW/h
  4. Tipo de ar condicionado
  5. Potência de aquecimento em kW
  6. Classe energética de aquecimento (de A a G)
  7. Nível de ruído em dB

Para determinar a classe energética de um aparelho de ar condicionado referimo-nos ao parâmetro IEE (Índice de Eficiência Energética) e em base ao valor deste, estabelece-se uma classe (de A a G).

O Ar condicionado Pinguino é o único que utiliza um refrigerante completamente natural e não tóxico, o propano R290 o qual, ao contrário de outros refrigerantes sintéticos, não tem na sua composição gases com efeito de estufa.

Os aparelhos são testados de acordo com as especificações requeridas pela Regulamentação Técnica Europeia EN14511. As condições de ensaio são: temperatura do ambiente a climatizar de 35 °C e humidade relativa de 40%.
As máquinas são testadas a essas condições e durante o seu funcionamento calculam-se os seguintes parâmetros:
1) potência máxima de refrigeração;
2) consumo máximo de eletricidade.
Ambos os valores são expressados em Watts (W).

Os aparelhos Pinguino com a tecnologia Air-to-Air são todos de classe A.

Ar condicionado portátil

Ar condicionado portátil

Descubra a nossa gama de produtos.

Ar condicionado

Funções

Funções

Durante a operação, os aparelhos de ar condicionado Pinguino executam uma série de comprovações eletrónicas, que permitem usufruir de um resultado ótimo em termos de conforto térmico e acústico.

O interior do AC Pinguino

O interior do AC Pinguino

Aqui pode ver de que está feito o ar condicionado Pinguino.